Home Office no escritório de advocacia




Hoje quero falar de um tema polêmico para muitos donos de escritórios. Home Office. Será que ele funciona na advocacia? Será que conseguirei administrar todo o trabalho de forma remota? Será que meus funcionários farão o trabalho da mesma maneira? Essas são algumas das perguntas que surgem na cabeça dos profissionais que lideram um negócio. Ao pensar nessa possibilidade, muitos chefes ainda imaginam os funcionários vestindo pijamas e jogados no sofá, relutando para responder e-mails e ligações enquanto assistem ao filme do Netflix. Isso é um mito. Essas preocupações são normais, porém não podemos permitir que isso faça do nosso setor um espaço estagnado. A realidade é que muita gente quer ter uma rotina de trabalho mais flexível. O modelo de trabalho está mudando constantemente e no mundo jurídico não é diferente.


Se não mudarmos, os melhores profissionais buscarão outros locais para trabalhar. Se não nos adaptarmos, ficaremos para trás. Por isso vou destacar as principais vantagens do home office para você e para o seu escritório de advocacia.





Flexibilidade


Nós sabemos que a rotina do advogado é quase sempre corrida. O profissional precisa administrar bem o tempo para participar de reuniões, audiências, elaborar peças e petições, entre outras atividades. O modelo de trabalho home office pode te ajudar a salvar tempo de deslocamento e te dá flexibilidade para realizar tarefas. Com o avanço da tecnologia, trabalhar de casa ou de qualquer outro lugar fora do escritório ficou fácil. Normalmente isso só demanda uma boa conexão com a internet, um computador ou tablet e arquivos armazenados na nuvem. No caso de imprevistos, o profissional consegue melhor se adequar e resolver problemas de maneira rápida e eficaz.



Qualidade de vida

Com a flexibilidade surge qualidade de vida. Por exemplo, ao reduzir o tempo de deslocamento em cidades grandes, o profissional consegue adequar melhor os seus horários para realizar as tarefas e resolver as pendências. Ao trabalhar remotamente, o profissional consegue estabelecer uma dinâmica que se adeque melhor às outras atividades como levar o filho na escola, ir a uma consulta médica, fazer networking, etc. Algumas pesquisas mostram que quando o profissional pode escolher sua melhor forma de trabalho, isso o deixa realizado e satisfeito com o trabalho e com a profissão. E, te garanto, um profissional satisfeito irá trabalhar muito melhor e o escritório irá usufruir desses benefícios.



Economia


É possível economizar e muito através do modelo home office. O escritório de advocacia do futuro não precisa necessariamente ter um espaço físico, cheio de móveis caros e quadros com diplomas na parede. Ao optar pelo trabalho remoto, o profissional pode contar com as ferramentas tecnológicas como armazenamento na nuvem, softwares e aplicativos jurídicos para fazer a gestão do trabalho do dia a dia. Além disso, pode optar por utilizar escritórios compartilhados para realizar reuniões ou encontros. Com isso, o custo operacional do negócio fica enxuto e você poderá investir em melhorias nos serviços e na capacitação dos profissionais.


Agilidade


Ao optar pelo trabalho remoto, é fundamental que os documentos e processos estejam ao alcance de todos os envolvidos de forma rápida e sem burocracia. Para isso, ferramentas digitais ajudam a facilitar o acesso à informação de forma rápida e sem burocracia, sem deixar de lado a segurança dos dados e das informações. Outra facilidade é acelerar o contato e o encontro com o cliente. Por exemplo, nesse modelo atual, o cliente pode ser bem atendido através de uma videoconferência pelo whatsapp ou Skype ou sentado numa cafeteria ou restaurante. Isso agiliza o atendimento e o seu cliente ficará cada vez mais satisfeito.

Por todas essas razões acima, eu incentivo você a mudar a rotina do seu escritório. Sei que você está com medo de que a produção caia ou que o trabalho não seja feito, por isso te desafio a fazer um teste. Comece aos poucos. Por exemplo, você pode estabelecer meio período home office - numa sexta-feira - ou então deixar o seu funcionário escolher o melhor dia para trabalhar de casa. Tenha uma conversa franca. Seus colaboradores precisam entender que com isso, espera-se deles uma responsabilidade e comprometimento com o trabalho. Mais do que encarar o desafio de adaptar o escritório para o home office, a ideia do trabalho remoto é um chamado para o desenvolvimento de resoluções de problemas comuns com criatividade e mente aberta.

E você? Já utiliza o home office no seu escritório?





16 de Abril de 2020.


Professor Rodrigo Telles

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo