Garanta um bom atendimento no seu escritório de advocacia



Hoje quero falar de um dos fatores mais importantes para o seu negócio dar certo: o cliente. Sem cliente, não existe negócio que prospere. Todo bom escritório de advocacia entende que o cliente precisa ser bem atendido para que possa buscar por novos serviços e indicar para amigos e parentes. Porém, embora o bom atendimento ao cliente pareça algo óbvio, isso nem sempre é simples. Os profissionais do seu escritório precisarão de treinamento para saber identificar as necessidades e buscar melhorias contínuas. É importante dedicação para fidelizar clientes.

Se pensarmos de maneira simples, o atendimento no escritório de advocacia passa por diversas fases na prestação de serviço, passando do primeiro contato por telefone ou internet até o último relatório após a finalização de um processo. Ou seja, o atendimento precisa ser sólido e constante para que entre essas etapas o cliente se sinta contemplado.


Mas você deve estar se perguntando: Como faço para garantir esse bom atendimento na prática? Antes de tudo, você precisa mostrar confiança. Se o cliente confiar em você e no seu trabalho, ele irá te procurar todas às vezes que precisar de orientação jurídica. E isso pode resultar em novos negócios e processos.

Nos pequenos e médios escritórios, entender e aplicar essa dinâmica se torna um grande desafio, pois muitas vezes os sócios precisam se dividir entre gestão e operação do negócio. O número de profissionais é reduzido e a demanda é grande.

Por isso, quero te ajudar a construir essa relação de confiança com o seu atual e futuro cliente. Listei abaixo algumas dicas fáceis de colocar em prática e que ajudarão você no atendimento do seu escritório.





Invista no relacionamento contínuo

Parece óbvio, mas não é. O erro de muitos escritórios que não dão certo é investir no relacionamento com o cliente apenas no início. Antes de fechar negócio. Após fechar com um escritório, muitos clientes ficam sem receber notícias e atualizações sobre o andamento dos processos. Isso gera um desgaste na relação. Por isso, procure manter o contato, seja com encontros pessoais no escritório, através de e-mails, mensagens, WhatsApp e ou ligações. Entenda o perfil de cada cliente e escolha a melhor maneira de se comunicar com ele.


Faça um cadastro dos clientes e mantenha isso atualizado. Separe por tipo de serviço oferecido e também estabelece um cronograma de atualização com o cliente. Por exemplo: atualização quinzenal ou mensal. Quando as regras do jogo são estabelecidas, as duas partes ganham e a confiança permanece. O cliente precisa saber que você está dando atenção ao caso dele e que o mantém atualizado de cada etapa.



Seja transparente


Aqui volto a falar de confiança. É impossível fidelizar um cliente se ele não confiar em você e no seu trabalho. Nós advogados lidamos com vários processos ao mesmo tempo, mas precisamos entender que o nosso cliente, normalmente, possui apenas um advogado. Então é fundamental que desde o primeiro contato com o cliente, você entenda as necessidades e mostre todas as possibilidades sobre o caso. Nunca dê falsas promessas. Seja transparente e faça-o entender as diferentes etapas e dificuldades do caso. Seja direto e didático. Mostre que o seu cliente pode contar com você sempre que precisar.



Utilize uma ferramenta de gestão